Manchetes Leste Paulista

Covid: rede hoteleira perde 63% do faturamento e demite metade dos funcionários em Campinas

Por Redação GSNews

06/05/2021 às 19:46:16 - Atualizado há

A dimensão da crise afetou também os empregos do setor, já que a mão de obra está entre os principais custos. Durante a pandemia, em que a taxa de ocupação média ficou em 21% em 2020, metade dos 8 mil funcionários diretos foram demitidos.

"A hotelaria campineira depende muito da área de eventos, e depende muito das viagens de negócios. A área de eventos ela parou, e as viagens de negócios caiu muito", ressalta Antônio Dias, presidente da ABH no estado de São Paulo.

Segundo Dias, a segunda onda da pandemia, que provocou em março e abril a ampliação das medidas restritivas, aliado a falta do auxílio emergencial e medidas protetivas, tornaram o cenário para o setor ainda pior em 2021: a taxa de ocupação oscilou entre 14% e 15% nos dois meses.

Apesar dos números, o setor espera por melhoras no segundo semestre.

"A grande esperança é a vacinação. Ela tem que ocorrer, ser eficaz. E a confiança tem que voltar. Confiança em voltar a viajar. E assim a gente imagina que o segundo semestre, gradualmente, vem o retorno", completa Dias.

Rede hoteleira de Campinas (SP) registrou queda de 63% no faturamento em 2020

Márcio de Campos/EPTV

VÍDEOS: Veja o que é destaque na região de Campinas

Veja mais notícias da região no G1 Campinas
Fonte: G1 Campinas e Região
Comunicar erro
GS News

© 2021 GS News - Todos os direitos reservados.

•   Política de Cookies •   Política de Privacidade    •   Contato   •

GS News